As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.

Histórico

Por sua localização estratégica, o aeroporto é um dos principais apoios à aviação executiva e tem sua ação voltada especialmente para a formação de pilotos, aviação desportiva e de pequeno porte, instrução e construção de aeronaves e é sede de diversas empresas de manutenção e escolas de aviação. É no Aeroporto de Belo Horizonte – Carlos Prates que são formados os pilotos de helicóptero da Polícia Militar de Minas Gerais – e de vários outros estados –, da Polícia Federal e do Bombeiro Militar do estado, além de empresas civis.

1930

  • 1936

    Em novembro de 1936 foi fundado o Aeroclube do Estado de Minas Gerais, com a finalidade principal de formar quadros para a Aviação Civil e Militar, no Aeroporto da Pampulha.

1940

  • 1944

    O Aeroporto de Belo Horizonte – Carlos Prates iniciou suas atividades em janeiro de 1944, com o objetivo de atender as primeiras gestões do Aeroclube do Estado de Minas Gerais. O nome foi uma homenagem a um engenheiro da prefeitura que assinou a planta do loteamento do bairro mineiro homônimo, onde se localiza o aeroporto.

1970

  • 1974

    A partir do dia 7 de janeiro de 1974, o aeroporto Carlos Prates passou a ser administrado pela Infraero, quando teve as pistas de taxi de aeronaves ampliadas e pavimentadas e o terminal de passageiros reformado.

1990

  • 1995

    Em agosto de 1995 foi assinado convênio entre a Infraero e a Prefeitura de Belo Horizonte, para a cessão de uma área de 100 mil m², onde foi construído um parque ecológico.

2000

  • 2000

    Inaugurado em setembro de 2000 o Parque Ecológico Maria do Socorro Moreira.


FALE CONOSCO