Histórico

Segunda maior cidade do Maranhão em população e economia, atrás apenas da capital, São Luís, Imperatriz se destaca por sua importante produção científica e vem se transformando em polo financeiro, educacional e de desenvolvimento que compreende o sul do Estado e grande parte da região próxima ao rio Tocantins, abrangendo mais de 40 municípios do seu entorno. O Aeroporto de Imperatriz – Prefeito Renato Moreira tem papel fundamental para a região por ser o único nas proximidades a receber aeronaves de porte médio com aviação regular. Os passageiros, em quantidade cada vez maior, chegam à cidade em busca do turismo de negócios, ecológico – em especial para conhecer a região das cachoeiras que conta com o Parque Nacional da Chapada das Mesas –, e muitos estudantes, devido ao número crescente de universidades locais.

1930

  • 1930

    No final da década de 1930, a cidade de Imperatriz era atendida pelo transporte aéreo regular por meio dos hidroaviões Junker, operados pelo Sindicato Condor.

1940

  • 1940

    A partir do final da Segunda Guerra Mundial, entrou em operação o primeiro aeroporto com pista de terra, localizado na área ocupada hoje por diversos órgãos públicos como o Hospital Regional, a Universidade Federal, o Fórum de Justiça e os Colégios Graça Aranha e Dorgival Pinheiro de Sousa.

1950

  • 1950

    Em março de 1955, começou a operar neste aeroporto a companhia aérea Cruzeiro, utilizando aeronaves DC-3.

1960

  • 1960

    Até dezembro de 1967, o aeroporto foi servido regularmente pela Real - Aerovias Brasil. Em janeiro de 1968, a Varig (Viação Aérea Rio- Grandense) começou a operar no local, também com a aeronave DC- 3, com frequência de dois voos semanais.

    Estudos realizados a partir do final da década de 60 indicaram a necessidade de construção de um novo aeroporto, com capacidade de atendimento a aeronaves modernas e com melhores condições de infraestrutura. Foi escolhida uma área situada a 5 quilômetros do centro da cidade.

1970

  • 1970

    As obras do novo aeroporto foram executadas por administração direta da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica – COMARA, mediante encomenda e indenização do Primeiro Comando Aéreo Regional - I COMAR, e concluídas em 25 de maio de 1973.

1980

  • 1980

    Em 3 de outubro de 1980, o aeroporto passa à jurisdição técnica, administrativa e operacional da Infraero.

2000

  • 2000

    O nome oficial – Aeroporto de Imperatriz - Prefeito Renato Moreira foi dado em 2003 em homenagem a um político local que em sua segunda gestão na prefeitura da cidade, foi morto em uma banca de frutas de uma feira livre.

2010

  • 2010

    No início de 2011, com finalização em 2012, o terminal de passageiros passou por uma grande reforma e ampliação, aumentando sua área de 1.118 para 2.164 m².