As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Passageiros devem entrar em contato com a companhia para informações sobre seus voos.

Histórico

Localizado em posição estratégica e privilegiada, na Barra da Tijuca, um dos bairros mais cobiçados do Rio de Janeiro, o Aeroporto de Jacarepaguá – Roberto Marinho está em uma das principais avenidas de acesso para a Linha Amarela, a cerca de 30 km de distância do centro da cidade. Atua na aviação geral, especialmente a executiva e nas operações offshore (plataforma marítima). O Aeroporto de Jacarepaguá terá papel fundamental na Rio 2016, uma vez que o bairro da Barra da Tijuca abrigará a sede das Olimpíadas e Paraolimpíadas, recebendo ali a maioria das modalidades. As vilas olímpica e paraolímpica, residências dos atletas durante as semanas dos jogos, estão localizadas a apenas 11 quilômetros do aeroporto.

1920

  • 1925

    Curiosidade – Sua história tem início quando o francês Pierre Georges Latécoerè, um pioneiro da aviação, planejou ligar a França à América do Sul pelos ares. O Rio de Janeiro era na época a capital do Brasil e, naturalmente, era lá que a missão francesa deveria se instalar, mais precisamente no Campo dos Afonsos (Base dos Afonsos, da Força Aérea Brasileira). Em janeiro de 1925 dois aviões Breguét partiram da base aérea, sob o comando da equipe de Latécoerè para fazerem o reconhecimento da região sul do país. Jacarepaguá à época servia apenas como um apoio ao Campo dos Afonsos que sofria com a nebulosidade constante, prejudicando a segurança dos voos.

1940

  • 1944

    Durante muitos anos, a pista de pouso dos Afonsos recebeu aviões da Companhia Latécoerè e Aeropostale, o correio aéreo francês. Em 14 de setembro de 1944 o local foi desapropriado, passando para a jurisdição do Ministério da Aeronáutica. A partir de então, foi utilizado pela Força Aérea Brasileira para treinamento de cadetes e oficiais aviadores.

    .

1970

  • 1971

    É inaugurado em 19 de janeiro de 1971 o Aeroporto de Jacarepagua, na Barra da Tijuca.

    .

  • 1972

    Em 1972 o aeroporto passa a ser administrado pela Infraero.

2000

  • 2008

    Desde 18 de junho de 2008 é denominado Aeroporto de Jacarepaguá/RJ – Roberto Marinho, em homenagem ao fundador do grande conglomerado de veículos de comunicação conhecido como Organizações Globo ou Grupo Globo.

2010

  • 2014

    Um novo sistema de iluminação de pistas com tecnologia LED foi instalado em janeiro de 2014. A nova tecnologia visa reduzir o consumo de energia elétrica, o custo de manutenção e a incidência de troca de lâmpadas. Em maio o eixo viário e o estacionamento também receberam nova iluminação.

  • 2015

    Curiosidade – O Aeroporto de Jacarepaguá (RJ) é o primeiro da Rede Infraero a receber, em 2015, uma estação meteorológica de superfície com utilização de painel solar. Essa medida objetiva aperfeiçoar a captação das informações meteorológicas, ampliando o nível de segurança no processo de aproximação das aeronaves nos pousos e decolagens.


FALE CONOSCO