As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.

Histórico

Localizada estrategicamente na tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Bolívia, no estado de Mato Grosso do Sul, Corumbá foi uma das primeiras cidades do interior do Brasil a ser servida pela aviação comercial. O Aeroporto Internacional de Corumbá foi pioneiro na Região Centro-Oeste do país e acompanhou o crescimento da cidade.

Os recursos naturais, as jazidas de minério de ferro e manganês, o ecoturismo, o turismo de negócios e a pesca transformaram o município e toda a região em importante polo de desenvolvimento, aumentando consideravelmente o fluxo de passageiros no aeroporto e também a renda da população local.

1930

  • 1930

    Nos anos 1930, a Empresa de Serviços Aéreos Cruzeiro do Sul (antiga Sindicato Condor), subsidiária da Lufthansa, operou uma linha pioneira que ligava Corumbá à Cuiabá, capital de Mato Grosso. Naquela época os hidroaviões Junkers, monomotores flutuadores, pousavam e decolavam nos Rios Paraguai e Cuiabá. Em 3 de maio de 1933, um pequeno avião partiu para fazer essa viagem. O momento entraria para a história como o primeiro voo comercial do país, pilotado por um brasileiro. O autor da façanha foi o comandante pernambucano Severiano Lins, convidado para ser comandante da Sindicato Condor, primeira companhia aérea comercial do Brasil.

    Curiosidade

    Essa linha aérea foi, inicialmente, subvencionada pelo Governo Estadual e, mais tarde, transformou-se na etapa final da rota São Paulo-Três Lagoas-Campo Grande-Corumbá-Cuiabá, explorada pela mesma empresa, porém com aviões Junkers 52, trimotores de rodas. A viagem São Paulo-Corumbá era feita em 6 ou 7 horas e, somente no dia seguinte, um hidroavião monomotor fazia o trecho final de Corumbá à Cuiabá, regressando no outro dia. Assim o trimotor Junkers 52 era obrigado a aguardar por dois dias parado em Corumbá. O Governo Federal, construiu em 1937, um hangar para abrigar e permitir os trabalhos de manutenção do trimotor. Posteriormente o local acolheu o primeiro terminal de passageiros do aeroporto.

1960

  • 1960

    Inaugurado em 21 de setembro de 1960, nos festejos de aniversário da cidade, o Aeroporto Internacional de Corumbá foi dos primeiros a serem construídos no interior do Brasil.

  • 1960

    Inaugurado em 21 de setembro de 1960, nos festejos de aniversário da cidade, o Aeroporto Internacional de Corumbá foi dos primeiros a serem construídos no interior do Brasil.

1970

  • 1970

    Em 1975 o Aeroporto Internacional de Corumbá foi incorporado pela Infraero que deu início a várias reformas como a ampliação e implantação do sistema de iluminação da área do pátio de manobras e de estacionamento de aeronaves, a construção de um armazém de carga (TECA 250), de abrigo para viaturas, recapeamento da pista de pouso e decolagem com concreto asfáltico, entre outros importantes reparos.

2000

  • 2000

    Em 2001 a Infraero inaugurou um novo terminal de passageiros com uma arquitetura que se inspirou em um dos peixes conhecidos da região, o pacu e ampliou a pista para 2 mil metros de comprimento.

    Para valorizar a fachada do terminal de passageiros, em 2004, o aeroporto recebeu a escultura "O Monumento Pantanal de Corumbá", do artista plástico Cleir Ávila, destacando uma das aves mais belas do Pantanal Sul mato-grossense, a arara-canindé. 


FALE CONOSCO