As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.
25/04/2018 em Toda a Rede

Aeroporto administrado pela Infraero é eleito o melhor do País

O Aeroporto Internacional Afonso Pena, na Região Metropolitana de Curitiba, foi eleito o melhor do Brasil na Pesquisa de Satisfação do Passageiro e de Desempenho Aeroportuário realizada pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil no primeiro trimestre deste ano. Além dele, a INFRAERO tem outros sete terminais avaliados como bons e muito bons no levantamento realizado pelo Ministério, que ouviu 19,4 mil passageiros nos 20 principais aeroportos do País.

O Aeroporto Afonso Pena ganhou nota 4,63 e foi avaliado em 37 indicadores e teve notas acima da média em 31 deles, com destaque para facilidade de desembarque no meio-fio, tempo de fila, confiabilidade, cordialidade e prestatividade da inspeção de segurança; qualidade da sinalização do aeroporto; oferta e qualidade das informações sobre voos; disponibilidade de tomadas, sanitários e assentos; limpeza geral e de banheiros; sensação de segurança e confortos térmico e acústico.

Imagem do "amarelinho" dando informações para um passageiro no Aeroporto de Curitiba, no Paraná.

Nas facilidades aos viajantes, o Afonso Pena se destacou na quantidade e qualidade das lojas e na qualidade e disponibilidade do estacionamento de veículos. Entre os indicadores que envolvem empresas aéreas, órgãos públicos e transporte público, o terminal superou a meta em todos eles. “Isso demonstra que a Infraero tem uma capacidade de gestão reconhecida por garantir a satisfação do passageiro e que mantém o bom alinhamento dos serviços com órgãos públicos que integram o setor aéreo ou estão relacionados ao aeroporto”, afirma o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira.

Esse bom desempenho se reflete em todos os aeroportos da empresa que integram a pesquisa. Entre os que movimentam até 5 milhões de passageiros por ano, a melhor nota da INFRAERO veio com Manaus, que recebeu 4,41. Ele ficou atrás de Natal (4,56), mas a frente de Goiânia (4,38), Maceió (4,34), Cuiabá (4,15), Belém (4,12), Vitória (3,80) e Florianópolis (3,58). “A tendência é de ampliarmos nosso bom desempenho neste grupo com a inauguração do novo Aeroporto de Vitória, ocorrida no final de março”, avalia Claret.

Já entre os aeroportos com movimento de passageiros entre cinco milhões e 15 milhões por ano, além do destaque de Curitiba, a INFRAERO teve bons desempenhos com os terminais do Recife (4,41) e Santos Dumont (4,36). No grupo com movimentação superior a 15 milhões de embarques e desembarques anuais, Congonhas recebeu nota 4,36, uma evolução de quase 6% em relação à nota no primeiro trimestre do ano passado. “Com esse desempenho, Congonhas ficou muito próximo aos grandes terminais, como Brasília e Guarulhos, além de ter ficado à frente do Galeão. Sem dúvida, podemos afirmar que a INFRAERO mais uma vez tem seu trabalho reconhecido entre os grandes gestores aeroportuários”, afirma Claret.

Agora, o principal desafio é aprimorar ainda mais o atendimento aos passageiros, levando as boas práticas reconhecidas nos aeroportos que fazem parte da pesquisa aos demais terminais administrados pela Infraero. “A análise desses dados nos ajudarão a aprimorar o atendimento aos clientes, além de destacar o compromisso da empresa com os serviços aeroportuários oferecidos ao Brasil”, aponta Claret.

Assessoria de Imprensa – Infraero
imprensa@infraero.gov.br
www.twitter.com/InfraeroBrasil
www.facebook.com.br/InfraeroBrasil
www.instagram.com/InfraeroBrasil

FALE CONOSCO