07/12/2016 em Aeroporto Internacional de Belém - Val-de-Cans - Júlio Cezar Ribeiro

Aeroporto de Belém celebra Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

      O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, celebrado no dia 3/12, tem como objetivo fomentar uma maior compreensão dos assuntos que dizem respeito à deficiência e aumentar a consciência dos benefícios trazidos pela integração das pessoas com deficiência nos aspectos da vida política, social, econômica e cultural. Com esse foco, o Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (PA) recebeu na segunda-feira (5/12) a Associação dos Pais dos Projetos Sociais Criança Modelo e Equoterapia de Castanhal.

      A entidade tem como propósito promover o desenvolvimento biopsicossocial dos praticantes (alunos que fazem equoterapia), com atendimento terapêutico realizado por equipe inter/multidisciplinar na área de saúde, assistência, educação e equitação. As atividades têm como principal instrumento o cavalo, utilizado amplamente pela associação na adaptação da pessoa com deficiência.

      Durante o evento, os alunos tiveram a oportunidade de expor seus trabalhos, dar depoimentos, cantar e dançar para os passageiros e usuários que desembarcavam em Belém. O repertório musical ficou por conta do cantor e violonista Alcides Júnior. “Estou emocionado em cantar no aeroporto, é uma oportunidade única de mostrar para esse grande público do que somos capazes. Só tenho a agradecer à Infraero”, afirmou Alcides.

Duas participantes dos eventos do Dia da Pessoa com Deficiência no Aeroporto de Belém posam para foto no stand da Associação dos Pais dos Projetos Sociais Criança Modelo e Equoterapia de Castanhal.

      Um dos depoimentos foi dado por Rayssa Silva, que nasceu com paralisia cerebral. Ela contou que, apesar das dificuldades e do preconceito vivido, conseguiu ingressar numa faculdade, concluir o curso de pedagogia e hoje faz sua especialização em psicomotricidade para ajudar os alunos da Associação. “Hoje eu não estou nem aí para quem não me reconhece profissionalmente. Sou muito feliz com minhas conquistas”, afirmou Rayssa, que também é formada em Libras – Língua Brasileira de Sinais.

      Manuelle de Souza Costa, pedagoga da Associação, diz que trabalhar com a pessoa com deficiência é um grande prazer. “Nós estamos lá para despertar aquilo que cada um tem de melhor. Cada um com sua habilidade, e é um prazer acompanhar a evolução. Este evento será inesquecível para eles e para nós também”, disse.

      Após as apresentações, os alunos tiveram a chance de visitar o terminal de passageiros e o pátio, de onde puderam contemplar de perto as aeronaves ali estacionadas e tirar muitas fotos. Antes das despedidas foi servido um lanche, organizado pela empresa de comissaria Sky Chefs.


   Assessoria de Imprensa - Infraero
   imprensa@infraero.gov.br
   www.twitter.com/InfraeroBrasil
   www.facebook.com/InfraeroBrasil
   www.instagram.com/InfraeroBrasil