18/01/2017 em Aeroporto Internacional de Belém - Val-de-Cans - Júlio Cezar Ribeiro

Aeroporto de Belém registra crescimento de 3% nas receitas comerciais

      O Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (PA) encerrou 2016 com aumento de 3% nas receitas comerciais. No ano passado, foram arrecadados R$ 27,7 milhões em concessões de áreas comerciais e ações eventuais.

      Entre os segmentos existentes no aeroporto, o de serviços foi o grande destaque de 2016; com receita de quase R$ 680 mil, o crescimento do segmento foi de 14,3% em relação a 2015. “Entre os serviços, o grande destaque foram as locadoras de veículos, que registraram crescimento expressivo. Outros segmentos que tiveram crescimento significativo foram de tecnologia e varejo”, explica Clayrton André dos Santos da Silva, coordenador de Prospecção de Negócios de Val-de-Cans, que acrescenta: “Em 2016, na busca de criação de áreas comerciais, otimizamos pontos dedicados à alimentação, inclusive com a abertura de novas áreas na sala de embarque”.

      “Nosso objetivo é melhorar continuamente os serviços oferecidos aos passageiros do Val-de-Cans, de modo que todos tenham uma boa experiência ao passar pelo aeroporto”, destaca o gerente de Negócios Comerciais, Francisco das Chagas Ferreira da Silva.

      O Aeroporto de Belém pode receber 121 unidades comerciais, tanto no saguão quanto nas áreas de embarque e desembarque de passageiros. No momento, 27 pontos comerciais estão disponíveis no aeroporto - número esse em decorrência de criação de novas áreas para exploração comercial -, e devem ser licitados no primeiro trimestre de 2017.

Praça de alimentação do Aeroporto de Belém, com diversas opções de restaurantes e lanchonetes em sua composição.
   Melhorias

      Em 2017, o Aeroporto Internacional de Belém vai passar por diversas melhorias. Em janeiro, dois editais serão publicados: um para contratação de empresa para manutenção do sistema de refrigeração do terminal de passageiros, e outro para restauração da pista principal de pousos e decolagens. “O passageiro do Aeroporto de Belém pode esperar por diversas melhorias ao longo deste ano”, ressalta o superintendente do Val-de-Cans, Fábio Rodrigues.


   Assessoria de Imprensa - Infraero
   imprensa@infraero.gov.br
   www.twitter.com/InfraeroBrasil
   www.facebook.com/InfraeroBrasil
   www.instagram.com/InfraeroBrasil