28/06/2019 em Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/Cataratas

Aeroporto de Foz inaugura primeira etapa de obras de expansão do terminal de passageiros

A Infraero inaugurou nesta sexta-feira (28/6) a primeira etapa das obras de ampliação do Aeroporto de Foz do Iguaçu/Cataratas (PR). Com a entrega da nova sala de desembarque doméstico, que conta com 1,2 mil m², os passageiros agora contam com um novo conjunto de sanitários, além de mais uma esteira de bagagens. Outra melhoria aberta ao público foi o novo saguão de passageiros, que tem quase o dobro do tamanho da estrutura antiga, passando dos 800 m² para 1,5 mil m².

Durante a solenidade de entrega das obras, a presidente da Infraero, Martha Seillier, ressaltou a importância turística de Foz do Iguaçu para o Brasil e destacou ainda o empenho conjunto do trade turístico da cidade para impulsionar o turismo na região. “Nós estamos em negociações com empresas aéreas estrangeiras dos Estados Unidos, do Panamá e do Chile. Temos muitas expectativas para esse aeroporto”, destacou.


O prefeito de Foz do Iguaçu, Francisco Lacerda Brasileiro, também citou o potencial turístico da cidade, destacando que o aeroporto é um vetor de desenvolvimento, já que, de acordo com a prefeitura, um terço dos turistas que vêm a Foz buscam o aeroporto. “Temos condições de crescer e dobrar a capacidade de voos diários. Esse é um investimento que vai ter retorno para o nosso País e para o desenvolvimento do turismo sustentável na região”, avaliou.

O atendimento da demanda com qualidade é uma das principais preocupações da Infraero. O diretor de Operações e Serviços Técnicos da empresa, brigadeiro do ar André Luiz Fonseca e Silva, afirma que as obras vão representar melhores serviços ao usuário do aeroporto. “Por isso aumentamos as áreas de inspeção da Receita Federal e da Polícia Federal, para que o passageiro chegue aqui e fique o menor tempo possível nos procedimentos de segurança”, afirmou o executivo, que apontou outras soluções que garantirão conforto e segurança até o final das obras, previstas para o final deste ano.

Com investimento total de R$ 32,7 milhões, as obras no aeroporto paranaense tiveram início em junho de 2018. Até o momento, já foram executados 56,2% do total. A entrega da segunda etapa das obras está prevista para dezembro, quando o aeroporto praticamente dobrará a capacidade, passando de 2,6 milhões para 5 milhões de passageiros ao ano. Ao final, o aeroporto estará totalmente modernizado e reformado, com melhorias na área de check-in, salas de embarque e desembarque ampliadas, duas novas escadas rolantes, três novos carrosséis de bagagens, quatro novos elevadores e quatro novas pontes de embarque.

A cerimônia de entrega das obras também contou com as presenças do secretário Nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, do presidente do Fundo Iguaçu, Enio Eidt, além de outras autoridades.

Mais investimentos
A Infraero também emitiu a ordem de serviço para as obras o novo sistema de drenagem na pista de pousos e decolagens. Orçada em R$ 2,5 milhões, a melhoria aumentará ainda mais a segurança das operações de pousos e decolagens.

Durante o evento, também foi entregue a nova Estação Tratamento de Efluentes (ETE) do aeroporto. Com investimento de R$ 2,59 milhões, a ferramenta é a mais moderna da rede de terminais da empresa e é capaz de tratar 250 m³ por dia, o que atende um horizonte de 15 a 20 anos, possibilitando o atendimento de uma demanda de 520,7 mil passageiros por mês. Isso equivale a uma pequena estação, com capacidade para tratar o esgoto de um bairro com 2,6 mil moradores.

Ainda no segmento ambiental, a Infraero assinou um protocolo de intenções com a Itaipu Binacional para a realização de um conjunto integrado de atividades com o objetivo de tornar o aeroporto de Foz do Iguaçu uma referência nacional em sustentabilidade.

Também em parceria com a hidrelétrica, estão sendo investidos R$ 6 milhões na duplicação de via de acesso ao aeroporto, que vai incluir o alargamento da pista de veículos, de duas para quatro faixas, e a construção de alças de retorno, acostamentos, viadutos, ciclovia, passarela de pedestres e abrigos de ônibus. "A Itaipu se propõe a contribuir para deixar este aeroporto sustentável, para que as pessoas que passam por aqui levem boas lembranças”, afirmou o diretor de Coordenação da Itaipu, general Luiz Felipe Carbonell.


Assessoria de Imprensa – Infraero
imprensa@infraero.gov.br
www.twitter.com/InfraeroBrasil
www.facebook.com/InfraeroBrasil
www.instagram.com/InfraeroBrasil
www.linkedin.com/company/infraero