30/08/2016 em Aeroporto de Uberlândia - Ten. Cel. Aviador César Bombonato

Aeroporto de Uberlândia realiza simulado de acessibilidade

      O Aeroporto de Uberlândia/Cel. Aviador César Bombonato (MG) realizou no último sábado (27/8) o primeiro Simulado de Atendimento ao Passageiro com Necessidade de Assistência Especial (PNAE) do terminal mineiro. O exercício teve como objetivos monitorar a acessibilidade no aeroporto, verificar os procedimentos estabelecidos e identificar a necessidade de novos treinamentos, na busca de eficiência no atendimento ao PNAE.

      Na atividade foram aferidos os processos referentes ao uso do meio-fio, com a colaboração de agentes da Secretaria de Trânsito e Transporte do município, e dos serviços de check-in, inspeção, embarque e desembarque. Participaram do exercício como voluntários cinco pessoas em cadeiras de rodas, cinco deficientes visuais, três pessoas com deficiência auditiva e uma pessoa com mobilidade reduzida, além de sete apoiadores disponibilizados pelo Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (COMPOD).

O Aeroporto de Uberlândia realizou no último sábado (27/8) o primeiro Simulado de Atendimento ao Passageiro com Necessidade de Assistência Especial (PNAE) do terminal mineiro.

      O evento foi organizado e realizado pela Coordenação de Operações da Infraero no Aeroporto de Uberlândia, com a participação das empresas aéreas Latam, Azul e Gol, e de empregados orgânicos e contratados das áreas de segurança e manutenção. O aeroporto teve ainda o apoio da Associação dos Deficientes Visuais do Triângulo Mineiro (ADEVITRIM), Associação dos Deficientes Visuais de Uberlândia (ADEVIUDI), Associação dos Paraplégicos de Uberlândia (APARU), Associação dos Surdos de Uberlândia (ASUL), Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e Prefeitura Municipal de Uberlândia, por meio da Secretaria de Governo – Superintendência da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Urbana – SPDMU.

      “Reiteramos a importância dessa ação para o aperfeiçoamento no atendimento aos usuários e a garantia dos direitos da pessoa com deficiência e mobilidade reduzida”, afirmou Cláudia Gonçalves Coutinho, superintendente da SPDMU.

      Para o coordenador de Operações do aeroporto, Cássio Augusto Leone da Silva, o envolvimento de toda a comunidade aeroportuária foi essencial para o bom andamento do simulado. “Essa atividade é essencial para identificação das necessidades de melhoria na infraestrutura e no atendimento prestado aos passageiros e usuários”, afirmou.


   Assessoria de Imprensa - Infraero
   imprensa@infraero.gov.br
  www.twitter.com/InfraeroBrasil
   www.facebook.com.br/InfraeroBrasil