As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.
15/12/2017 em Toda a Rede

Alta temporada deve movimentar 21,9 milhões de passageiros nos aeroportos da Infraero

Os aeroportos administrados pela Infraero já estão preparados para a movimentação da alta temporada. Entre os dias 15/12/17 e 19/2/18, os 59 terminais da empresa deverão receber 21,9 milhões de passageiros, entre embarques e desembarques. Este número é 4,67% superior ao movimento realizado entre 15/12/16 e 19/2/17, quando 20,9 milhões de pessoas chegaram e partiram nos mesmos terminais.

A estimativa leva em conta a oferta de assentos das empresas aéreas para o período e orientou um plano de ação que vai garantir a fluidez, o conforto e a segurança de quem vai viajar de avião.

As ações começaram em novembro, quando as atividades de manutenção preventiva priorizaram equipamentos como esteiras de embarque e desembarque de bagagens, sinalização de pista, pontes de embarque, escadas rolantes, raios-x e detectores de metal, entre outros. "Esse cuidado preventivo vai garantir que passageiros, companhias aéreas e demais clientes dos nossos aeroportos tenham viagens tranquilas, sempre levando em conta as diversas características dos nossos aeroportos", afirma o presidente da Infraero, Antônio Claret de Oliveira.

O monitoramento dos aeroportos também será reforçado com supervisores em todas as etapas de embarque e desembarque e eles terão capacidade de atuarem na correção de qualquer situação que possa prejudicar as operações. Além deles, equipes de limpeza e manutenção vão atuar com uma frequência maior, com destaque para os horários de maior movimento, garantindo que a demanda seja bem atendida.

Convergência
As operações nos aeroportos de Congonhas, Santos Dumont, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Recife, Fortaleza e Manaus serão coordenadas pelos Centros de Gerenciamento Aeroportuário (CGA) localizados nestes terminais. O objetivo é gerir o funcionamento das instalações em tempo real, conceber e implantar medidas para melhorar o fluxo operacional do aeroporto e aprimorar o atendimento aos passageiros e aeronaves nas 24 horas do dia.

Participam do CGA representantes da Infraero, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Polícia Federal, Receita Federal, Vigilância Sanitária, Vigilância Agropecuária e companhias aéreas. A gestão ocorre de maneira compartilhada, baseada nas informações e recursos disponibilizados pelos integrantes do Centro. "Essa convergência de agentes que atuam no aeroporto permite à Infraero detectar necessidades diferenciadas de cada terminal com antecedência, garantindo a melhor solução, sempre de acordo com a realidade de cada local", explica o superintendente de Gestão da Operação, Marçal Goulart.

Nos demais aeroportos, a coordenação é feita pelo Núcleo de Acompanhamento e Gestão Operacional (Nago). Localizado em Brasília, ele monitora todos os aeroportos da Infraero e alinha ações para assegurar que todas as etapas da operação de um aeroporto tenham fluidez e segurança.


Assessoria de Imprensa – Infraero
imprensa@infraero.gov.br
www.twitter.com/InfraeroBrasil
www.facebook.com.br/InfraeroBrasil
www.instagram.com/InfraeroBrasil

FALE CONOSCO