As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.
31/10/2016 em Aeroporto Internacional de Belém - Val-de-Cans - Júlio Cezar Ribeiro

Campanha Livro Viajante surpreende passageiros no Aeroporto de Belém

      O Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (PA) deu início no último sábado, 29 de outubro - data em que se comemora o Dia Nacional do Livro -, à quarta edição da Campanha Livro Viajante, que tem como objetivo incentivar o hábito de leitura.

      Em Belém, a campanha conta com a parceria do Livro Solidário, projeto desenvolvido pela Imprensa Oficial do Estado do Pará, que realizou a doação de 550 livros. “Nós apoiamos e somos parceiros da Infraero nessa iniciativa de estimular a leitura desde o início da campanha, em 2013”, destacou o presidente da Imprensa Oficial, Cláudio Rocha. Nesta edição, o aeroporto distribuirá mais de 1.300 livros.

      O Livro Viajante surgiu a partir do BookCrossing, conceito que surgiu nos Estados Unidos, em 2004, e pode ser definido como a prática de deixar um livro em um local público para que outros o encontrem, leiam e voltem a liberá-lo. O Aeroporto Internacional de Belém abraçou essa ideia, que hoje é realizada por 32 terminais da Rede Infraero.

O Aeroporto Internacional de Belém deu início no último sábado, 29 de outubro, à quarta edição da Campanha Livro Viajante.

      Desde o primeiro ano, a ação é bem recebida e elogiada pelos passageiros. “Achei a ação muito interessante. Realmente sou uma apreciadora de livros, apesar de ultimamente não ter lido muitos. Adorei a ideia de difundir a cultura da leitura em nosso país porque as pessoas estão lendo muito pouco, cada vez menos. Geralmente quando viajo passo em uma livraria e compro um livro para me distrair durante o voo. Hoje é especial porque não precisarei comprar; vou pegar emprestado e valerá muito a pena”, pontuou a passageira Amanda Ribeiro.

      “A reação das pessoas que estavam no aeroporto e pararam para pegar um livro foi bastante positiva. Alguns passageiros se espantavam ao saber que os livros eram gratuitos e que eles podiam levar em suas viagens. Nosso único pedido aos que levavam os livros era que, após a leitura, eles os disponibilizassem para que outras pessoas pudessem ler”, explicou Odilene Amazonas, empregada da Infraero e uma das responsáveis pela iniciativa no Aeroporto de Belém.

Tarde de autógrafos

      Este ano, a programação do Livro Viajante no Aeroporto de Belém foi ainda mais especial. Na tarde do sábado, 29, o escritor paraense Alfredo Garcia autografou 50 livros, para a alegria dos passageiros que passavam para o embarque. Os livros foram: Dez Contos por Belém, Coletânea de contos de Machado de Assis e Frutos Diáfanos.

      Os livros estarão à disposição dos passageiros até o dia 5 de novembro e são identificados com o selo da campanha, podendo ser encontrados em todo terminal de passageiros.


   Assessoria de Imprensa - Infraero
   imprensa@infraero.gov.br
   www.twitter.com/InfraeroBrasil
   www.facebook.com.br/InfraeroBrasil

FALE CONOSCO