28/01/2019 em Aeroporto Internacional de Curitiba - Afonso Pena

Movimentação de cargas cresce 6,5% no Aeroporto Afonso Pena

O terminal de logística de carga (Teca) do Aeroporto Internacional de Curitiba/São José dos Pinhais – Afonso Pena (PR) registrou, no ano passado, crescimento de 6,5% na movimentação de volumes em comparação a 2017. Foram processadas 20,5 mil toneladas, contra 19,1 mil toneladas registradas no ano anterior.

O destaque ficou por conta do setor de importação, que contabilizou 10,57 mil toneladas de volumes, sendo que os principais itens movimentados foram equipamentos eletrônicos e de informática, além de artigos dos segmentos químico, farmacêutico (healthcare) e automobilístico. Já no setor de exportação, foram movimentadas 9,94 mil toneladas, sendo que os principais produtos foram do segmento automotivo e bens de consumo.

O superintendente do Aeroporto Afonso Pena, Antonio Pallu, explica que o Teca paranaense movimenta uma grande variedade de volumes, atendendo a diversos setores da indústria e fomentando o desenvolvimento do estado, da região e do país. “O complexo logístico da capital paranaense é fundamental para o desenvolvimento da região. Em termos de números, o Teca do Afonso Pena apresentou, em 2018, a segunda maior tonelagem total de cargas movimentadas pelos aeroportos administrados pela Infraero, atrás apenas do Teca do Aeroporto de Manaus, que teve movimentação de 28,3 mil toneladas ao longo do ano”, afirmou.

Imagem da movimentação de carga na pista do Aeroporto Internacional de Curitiba, São José dos Pinhais – Afonso Pena, no Paraná.

Entre os equipamentos disponíveis para a movimentação de cargas no Afonso Pena, há empilhadeiras a combustão e elétricas, transpaleteiras elétricas e manuais, niveladoras de docas, plataformas elevatórias, racks fixos, porta-paletes, trator, carreta de reboque tipo dolly, carreta de reboque tipo prancha, carreta de reboque tipo bagagem, balanças diversas, cofre, guincho para trator, equipamentos de raios-x, varredeira e termohigrômetros.

Gestão privada
O Terminal de Logística de Carga do Aeroporto Afonso Pena passou a ser administrado, desde julho de 2017, pela PAC LOG. A empresa é responsável pela gestão comercial, operacional e administrativa do complexo.

A transferência das operações, por meio de licitação, faz parte do posicionamento estratégico da Infraero, que prevê, entre outros produtos e serviços para o mercado de soluções logísticas, a exploração comercial de complexos logísticos situados nos aeroportos que administra. A concessão dos terminais de carga dos aeroportos permite unir a experiência da Infraero à celeridade e flexibilidade da gestão privada, trazendo mais opções e tecnologia aos clientes e usuários destes serviços. Dessa forma, a Infraero busca oferecer sua expertise na cadeia logística de comércio exterior e permanecer alinhada às melhores práticas de mercado, mantendo a competitividade no setor e buscando todas as oportunidades possíveis para gerar valor, reduzir custos e garantir a máxima eficiência.


Assessoria de Imprensa – Infraero
imprensa@infraero.gov.br
www.twitter.com/infraero
www.facebook.com/infraeroaeroportos
www.instagram.com/infraeroaeroportos

Siga-nos
Fale Conosco

Estrada Parque Aeroporto, Setor de Concessionárias e Locadoras, lote 5
Brasília-DF - CEP: 71608-050