As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.
22/09/2016 em Aeroporto do Rio de Janeiro - Santos Dumont

Setor aéreo faz balanço das operações nos Jogos Rio2016

      O Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil apresentou nesta quinta-feira (22/9) um balanço das operações do setor de aviação durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio2016, anunciando também os resultados de pontualidade, movimentação dos aeroportos e satisfação do passageiro. Na ocasião, a Infraero também divulgou os números de atendimentos a Passageiros com Necessidade de Atendimento Especial (PNAE) durante as Paraolimpíadas.

      A satisfação do passageiro com os aeroportos envolvidos diretamente na Paraolimpíada foi a mais alta já registrada pela pesquisa de opinião realizada pelo Ministério dos Transportes. Em uma escala de 1 a 5, a nota média da avaliação alcançou 4,30, o que significa que 9 em cada 10 entrevistados consideraram os aeroportos bons ou muito bons. Os números referem-se ao período de 1 a 19 de setembro.

      “Este foi o nosso grande trunfo, em especial no Galeão, Santos Dumont e Guarulhos: oferecer, nos aeroportos, a acessibilidade adequada. Preocupar-se com o cuidado, a prontidão, a ajuda profissional e irrestrita em cada etapa do embarque ou desembarque faz parte da nossa missão, que é, em suma, a de demonstrar respeito e realizar um atendimento digno a essas pessoas”, afirmou o diretor de Gestão Aeroportuária do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Paulo Henrique Possas.

Mesa da coletiva de imprensa para divulgar o balanço do atendimento da demanda aérea nos Jogos Rio2016.
   Santos Dumont

      O Aeroporto Santos Dumont teve um bom desempenho na movimentação de passageiros durante a Paraolimpíada Rio 2016. De 5 a 19 de setembro, o terminal recebeu 377,6 mil viajantes, sendo 1.371 Passageiros com Necessidade de Atendimento Especial (PNAE). Esse número foi 164,67% maior em comparação ao mesmo período de 2015, quando 518 PNAEs foram atendidos, de um total de 376,8 mil passageiros.

      Para garantir o melhor atendimento, a Infraero ofereceu aos seus passageiros um terminal acessível com elevadores, sanitários, bebedouros, telefones, calçadas rebaixadas, rampas de acesso e ônibus adaptado. Além disso, em 2014, o Santos Dumont recebeu o selo Diamante no projeto Rio Acessível. O terminal foi o único entre os 250 pontos analisados na cidade que obteve o certificado com esse grau, que implica dizer que mais de 90% do local é acessível. A iniciativa faz parte do projeto da Prefeitura do Rio que avaliou o nível de acessibilidade de pontos turísticos e museus, além dos locais de embarque e desembarque dos diferentes modais de transporte.

      “Assim como nos demais países que receberam os Jogos Paraolímpicos, a expectativa é que o número de Passageiros com Necessidade de Atendimento Especial cresça daqui para frente, sendo que o legado, tanto de infraestrutura como de pessoal que as paraolimpíadas nos proporcionaram, será replicado”, destacou o superintendente do Santos Dumont, Aparecido Iberê de Oliveira.

      Além do Ministério e da Infraero, participaram da coletiva de imprensa porta-vozes da RIOgaleão, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).


   Assessoria de Imprensa - Infraero
   imprensa@infraero.gov.br
   www.twitter.com/InfraeroBrasil
   www.facebook.com/InfraeroBrasil
   www.instagram.com/InfraeroBrasil

FALE CONOSCO