20/07/2016 em Aeroporto Internacional de Belém - Val-de-Cans - Júlio Cezar Ribeiro

Terminal de carga do Aeroporto de Belém registra crescimento de 18% na exportação

O terminal de logística de carga (Teca) do Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans – Júlio Cezar Ribeiro (PA) registrou crescimento de 18% no número de toneladas exportadas durante o primeiro semestre de 2016 em relação ao mesmo período do ano passado. Nos primeiros seis meses de 2016, foram processadas 302 toneladas de cargas destinadas à exportação contra as 255 toneladas do primeiro semestre de 2015.

Esse incremento está associado ao aumento do número de voos internacionais que operam no Aeroporto de Belém. No primeiro semestre de 2016, o terminal registrou crescimento de 44,8% de pousos e decolagens, oferecendo ao exportadores paraenses voos diretos para Caiena (Guiana Francesa), Lisboa (Portugal) e Miami (EUA).

Os principais produtos exportados no primeiro semestre de 2016, por meio do Teca de Belém, foram peixes ornamentais, bexiga de peixe e polpa de frutas.

Para Emanoel Leite Junior, coordenador de Negócios em Logística de Carga do Aeroporto de Belém, os bons resultados alcançados na exportação nesse primeiro semestre de 2016 seguem a tendência nacional de superávit na balança comercial brasileira. “A valorização do dólar frente ao real favoreceu as exportações. Além disso, a consolidação de voos ligando diretamente Belém à Europa e aos Estados Unidos possibilitou a redução dos custos com frete e o tempo de transporte, contribuindo também com a abertura de novos mercados para os exportadores paraenses”, destacou.


Abibe Ferreira, superintendente do Val-de-Cans, destacou que os números ratificam o quão importante é o setor exportador no Pará. “Da nossa parte, mantemos a infraestrutura pronta para receber mais demandas a fim de possibilitar um crescimento ainda maior de nossas exportações e do movimento operacional no setor internacional", pontuou.