As operações aéreas nos aeroportos da rede Infraero estão acontecendo normalmente, sem interrupção na prestação de serviço aeroportuário.
Orientamos aos passageiros que somente se dirijam aos aeroportos as pessoas que forem viajar.
25/01/2019 em Aeroporto Internacional de Belém - Val-de-Cans - Júlio Cezar Ribeiro

Val-de-Cans celebra 60 anos de operações

A Infraero comemorou, nesta quinta-feira (24/1), o aniversário de 60 anos do Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans (PA). Para celebrar a data, o terminal paraense realizou uma programação especial, com direito a escola de samba, exposição de fotos do 1º Spotter Kids e uma mostra cultural do artista Paulo Afonso Pinho.

Quem passou, ontem, pelo terminal de passageiros pode conferir a apresentação da escola de samba belenense Matinha, com o samba-enredo “No ninho da coruja a criança e o adolescente têm o direito de sonhar”.

Imagem da apresentação da escola de samba belenense Matinha no saguão de embarque e desembarque do Aeroporto Internacional de Belém/Val-de-Cans, no Pará.

Ainda em comemoração ao 60º aniversário do Aeroporto está em exibição, no mezanino, até o dia 25/2, a exposição “Memórias Sensoriais”, do pintor paraense Paulo Afonso Pinho, com pinturas em tela sobre diversos suportes, inclusive a encáustica, uma técnica milenar. O artista concentra a maior parte de sua produção em diferentes técnicas: pintura à óleo, em papel, acrílica, aquarela botânica, lápis de cera produzidos pelo artista, têmpera, pigmentos naturais da Amazônia e encáustica.

Também no saguão de desembarque estará disponível a exposição fotográfica “Brincando de Voar”, com os melhores cliques da 1ª edição do Spotter Kids Infraero, evento realizado no aeroporto em homenagem ao Dia das Crianças. A mostra ficará aberta ao público até o dia 7/2.

Para finalizar o dia de celebrações, os concessionários destaques de 2018 receberam placa comemorativa em agradecimento à parceria firmada no último ano. Os quesitos abordados para receber a homenagem foram: varejo aeroportuário, empresa aérea com melhor tempo de restituição de bagagem e maior presença em briefing da Infraero.

O superintendente do terminal, Fábio Rodrigues, destaca que colaborar com a gestão do aeroporto quando o terminal completa 60 anos é motivo de orgulho. “O foco de nossas ações é a satisfação das pessoas que passam por aqui, sejam passageiros, comunidade aeroportuária ou visitantes. Nosso objetivo é dialogar com esses públicos, de modo a fazer de Val-de-Cans um aeroporto cada vez mais completo: confortável, seguro, ágil e com opções diversificadas de lojas, restaurantes e serviços”, reforça.

O aeroporto em números
O Aeroporto Internacional de Belém tem capacidade para receber 7,7 milhões de passageiros por ano, em 2018, mais de 3,5 milhões de pessoas passaram pelo terminal, entre embarques e desembarques. A alta registrada foi 5,8% superior ao contabilizado em 2017.

Imagem de uma aeronave na pista de pouso e decolagem do Aeroporto Internacional de Belém, Val-de-Cans, no Pará.

O volume de passageiros domésticos cresceu 6,3%. Já o quantitativo de viajantes internacionais, teve um acréscimo de 34,5%, o maior percentual do período. Os números colocam o aeroporto como o mais movimentado da região Norte em quantidade de passageiros transportados, ocupando a 5º colocação do ranking da Rede Infraero.

O incremento nas atividades operacionais de Val-de-Cans foi corroborado pela oferta de novos voos que passaram a ocorrer em junho, a exemplo da terceira frequência semanal da TAP e o início das operações da Avianca, com dois destinos diários (Brasília e Guarulhos).

Para o superintendente, o acréscimo nas operações demonstra a credibilidade das companhias aéreas com nossa capacidade operacional, demonstrando na prática que o certificado conferido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) é merecido. “Ao completar 60 anos, o aeroporto mostra que está pulsando forte e com volume crescente por dois anos consecutivos. É um cenário que nos dá muita satisfação, e é com índices de crescimento nos nossos serviços aeroportuários que celebramos mais um aniversário", afirma.

A média diária é de 100 voos entre pousos e decolagens comerciais regulares, de sete companhias aéreas (Avianca, Azul, Gol, Latam, MAP, Surinam e TAP). As rotas interligam Belém a diversos destinos brasileiros – Congonhas e Guarulhos (SP); Recife (PE); Brasília (DF); Macapá (AP); Altamira, Marabá e Santarém (PA); Rio de Janeiro (RJ); Confins (MG); Manaus (AM); Fortaleza (CE); São Luís (MA); Cuiabá (MT). Já os voos internacionais ligam a capital paraense à Europa, aos Estados Unidos, ao Suriname e à Guiana Francesa.


Assessoria de Imprensa – Infraero
imprensa@infraero.gov.br
www.twitter.com/infraero
www.facebook.com/infraeroaeroportos
www.instagram.com/infraeroaeroportos

FALE CONOSCO