Histórico

Situado na zona norte de São Paulo, próximo a importantes endereços como, por exemplo, o Terminal Rodoviário do Tietê, a estação Carandiru do Metrô, a Marginal do Tietê – que é via de acesso às principais rodovias estaduais e interestaduais –, o complexo de feiras e negócios do Anhembi e Expo Center Norte, o Aeroporto Campo de Marte opera essencialmente com aviação geral, executiva e táxi aéreo e, embora não possua linhas aéreas regulares, é um dos maiores em movimento operacional no Brasil. Ali estão localizadas ainda escolas de pilotagem, como o Aeroclube de São Paulo, e o Serviço Aerotático das Polícias Civil e Militar.

1920

  • 1929

    Fundado em 26 de julho de 1929, o Aeroporto Campo de Marte iniciou suas atividades operacionais com a implantação da primeira infraestrutura aeroportuária na cidade de São Paulo, ano em que foi construída uma pista de pouso e decolagem e um hangar no local onde a Força Pública do estado de São Paulo mantinha sua escola de aviação.

1930

  • 1931

    No dia 8 de junho de 1931 o Aeroclube de São Paulo, instalado no Campo de Marte, foi inaugurado.

1970

  • 1979

    O Aeroporto Campo de Marte foi incorporado pela Infraero em fevereiro de 1979.

    Curiosidade – O Campo de Marte é um aeroporto compartilhado. De uma área total de 2,1 milhões de metros quadrados, aproximadamente, 1.138.440 m2 estão sob a administração do Comando da Aeronáutica – por meio do Parque de Material da Aeronáutica (PAMA-SP), Prefeitura de Aeronáutica de São Paulo (PASP), Núcleo do Hospital de Força Aérea de São Paulo (NuHFASP), Centro de Logística da Aeronáutica (CELOG) e Subdiretoria de Abastecimento (SDAB) – e 975 mil m2 estão sob a administração da Infraero.

2000

  • 2006

    No ano de 2006 o aeroporto passou por uma importante reforma do pátio de manobras que organizou as posições de estacionamento de aeronaves, adequando-as às dimensões oficiais e garantindo maior segurança.

2010

  • 2013

    Em 2013 foi implantada a sinalização vertical nas áreas de movimento (pista e taxiways). Trata-se de um sistema que contempla informações aeronáuticas e compõe os auxílios visuais à navegação aérea. É composto por placas ou painéis destinados a fornecer mensagens aos aeronavegantes.