Histórico

Única capital do Nordeste que não está situada no litoral, Teresina desenvolveu-se econômica e culturalmente às margens dos rios Parnaíba e Poty. Por suas avenidas, parques e praças bastante arborizados, recebeu o apelido de “Cidade Verde”, do poeta maranhense Coelho Neto. Com grande importância estratégica por fazer a ligação entre as principais cidades da região e o norte do país, o aeroporto atende todo o estado do Piauí, boa parte do Maranhão e também o oeste do Ceará. Chamado pela população local de Santos Dumont, embora seu nome oficial seja Aeroporto de Teresina – Senador Petrônio Portella, dispõe de um painel feito em mosaico cerâmico de autoria do artista plástico Genes Celeste, em sua fachada lateral.

 

1960

  • 1967

    Inaugurado em 30 de setembro de 1967, administrado pelo Departamento de Aviação Civil (DAC), órgão do então Ministério da Aeronáutica, foi construído entre os rios Poty e Parnaíba, ao norte da capital piauiense.

1970

  • 1975

    Em fevereiro de 1975, o aeroporto passou a ser administrado pela Infraero, com exceção da atividade de navegação aérea.

  • 1978

    Nessa época, em 1978, a pista de pouso e decolagem foi ampliada de 1.800 para 2.200 metros de extensão.

     

1980

  • 1980

    Curiosidade – Em 8 de julho de 1980 milhares de pessoas se dirigiram ao Aeroporto de Teresina para recepcionar o Papa João Paulo II. Tempos depois, com a implantação do radio farol –equipamento de navegação conhecido como VOR –, instalado após o ocorrido, quem visitava o local contemplava do seu mirante o equipamento, acreditando tratar-se de um monumento em homenagem à visita do Santo Pontífice ao estado.

  • 1983

    Com o objetivo de atender aeronaves de maior porte como o Boeing 767 e o Airbus A300, o pátio de manobras do aeroporto recebeu ampliação em 1983.

1990

  • 1998

    O aeroporto passou por pequenas reformas em 1998 e 1999, como a climatização geral, a reordenação da área comercial e a ampliação da área de check-in. 

2000

  • 2000

    Em homenagem a Petrônio Portella Nunes que foi prefeito de Teresina, deputado estadual, governador, senador, presidente do Congresso Nacional e ministro da Justiça o local recebeu o nome de Aeroporto de Teresina – Senador Petrônio Portella, em 2000.

     

    Novas reformas foram realizadas entre 2000 e 2001, como o recapeamento completo da pista e a construção de uma moderna torre de controle.

2010

  • 2011

    Com o intuito de proporcionar maior conforto aos usuários e à comunidade aeroportuária iniciou-se em 2011 um processo de adaptações e reformas como a instalação de módulos operacionais das salas de embarque e desembarque, a ampliação da infraestrutura dos espaços destinados ao processamento de passageiros e a colocação de uma nova esteira de restituição de bagagens. Melhorias que elevaram a capacidade do aeroporto para 2,1 milhões de passageiros atendidos por ano.