Devido às medidas de segurança no combate a COVID-19, recomendamos chegar ao aeroporto
com antecedência mínima de 1h30 para voos domésticos e 3h para voos internacionais.
22/12/2021

Aeroporto Santos Dumont recebe exposição do Museu Nacional sobre Ilhas Cagarras

Entre os dias 22/12/21 e 20/02/22, o Aeroporto Santos Dumont recebe a mostra “Nas Asas da Ciência – um voo pelas Ilhas Cagarras”. A exposição é fruto de uma realização coletiva, capitaneada pelo Museu Nacional/UFRJ (MNRJ) em parceria com a Infraero, o ICMBio, o Projeto Ilhas do Rio, o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro e a Colônia de Pescadores Artesanais de Copacabana (Z-13), contando com o apoio das empresas Ecossis e Emob. A exposição é gratuita e pode ser visitada no Saguão de Desembarque do Aeroporto.

O objetivo da ação é levar aos passageiros e visitantes do Aeroporto Santos Dumont conhecimento sobre uma das mais emblemáticas Unidades de Conservação do Rio de Janeiro, o Monumento Natural das Ilhas Cagarras (MONA Cagarras).

A exposição tem cerca de 50 exemplares de diferentes espécies e grupos zoológicos da Coleção Didático-Científica da Seção de Assistência ao Ensino do Museu Nacional/UFRJ, como caranguejos, conchas, corais, esponjas e estrelas-do-mar. Serão apresentados também modelos de artefatos arqueológicos, como machados de pedra polida e cerâmicas, que registram a presença indígena Tupiguarani no local desde o Século XV. Textos, fotos, vídeos, mapas, maquetes e um painel interativo integram a exposição.

A encarregada de Meio Ambiente do Santos Dumont, Leila Neves, destaca que a mostra oferece uma chance de chamar a atenção dos passageiros para a necessidade de conservação deste patrimônio natural. “A exposição é resultado de mais de 10 anos de pesquisas na região das Ilhas Cagarras. É um privilégio para a Infraero poder trazer esse conteúdo para o dentro do aeroporto”, acrescentou Leila.

As Ilhas Cagarras

O MONA Cagarras é uma Unidade de Conservação (UC) federal de proteção integral, criada em 2010, fica ao sul da Praia de Ipanema e abriga espécies endêmicas, raras, ameaçadas de extinção e também novas para a ciência.

O Monumento é composto por quatro ilhas (Cagarra, Palmas, Comprida e Redonda) e duas ilhotas (Filhote da Cagarra e Filhote da Redonda), mais a área marinha nos 10 m de raio de cada uma, formando um mosaico de ambientes terrestres e marinhos com 708 espécies da fauna e da flora identificadas nos ecossistemas de Restinga, Mata Atlântica e Costão Rochoso.

MONA Cagarras e ASA do Aeroporto Santos Dumont

A Área de Segurança Aeroportuária (ASA) do Santos Dumont é monitorada constantemente, dentro das ações previstas no Programa de Gerenciamento do Risco da Fauna (PGRF) do aeroporto, por meio do contrato firmado entre INFRAERO e Ecossis Soluções Ambientais. O intuito é reduzir os riscos de colisões entre fauna e aeronaves. Nesta área, o Monumento Natural das Ilhas Cagarras figura como o principal ponto de atenção na região, principalmente pela alta concentração de aves marinhas.

O movimento desses animais em busca de alimento tem interface direta com a ASA do Santos Dumont, demandando constante monitoramento. As aves também se aproximam de embarcações pesqueiras, sendo estratégico conhecer as áreas de pesca para uma boa gestão de riscos nas rotas de pousos e decolagens.

FALE CONOSCO