Devido às medidas de segurança no combate a COVID-19, recomendamos chegar ao aeroporto
com antecedência mínima de 1h30 para voos domésticos e 3h para voos internacionais.
18/02/2022

Relatório da Infraero é aprovado pela Cetesb e obras do Aeroporto de Guarujá poderão ser licitadas

Prefeitura prevê que obras devem ser concluídas no segundo semestre deste ano.


Em parecer técnico da última terça-feira (15/02), a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) libera a Prefeitura para iniciar as obras necessárias para colocar o Aeroporto Civil Metropolitano de Guarujá em funcionamento. Na prática, foi aprovada a regularização ambiental, com base em um relatório elaborado pela Infraero, que também foi contratada em 2020 pela Prefeitura para assumir a gestão e a operação do aeroporto. A documentação havia sido enviada em junho de 2021 e estava sob análise até então.

Agora, o Município aguarda o aval da Secretaria da Aviação Civil (SAC), do Ministério da Infraestrutura, para o desenho final do projeto e se prepara para abrir o processo licitatório para as obras.

O edital já está em fase prévia de elaboração e a expectativa é que dentro de até 60 dias seja conhecida a empresa que dará início às obras no local. "Guarujá deu mais um passo para a concretização desse antigo sonho, que trará benefícios não apenas para o Município, mas para a toda Baixada Santista", avalia o prefeito Válter Suman.

O diretor de Operações e Serviços Técnicos da Infraero, Brigadeiro André Luiz Fonseca, destaca que o projeto da licença ambiental proposto pela empresa foi totalmente aprovado, o que demonstra a qualidade do trabalho desenvolvido pela Infraero. “Nossa parceria com a Prefeitura de Guarujá já está rendendo ótimos resultados, temos certeza de que o Aeroporto irá atender aos anseios da cidade”, afirma o diretor.

No parecer, técnicos da Cetesb destacam que o projeto da Infraero prevê a circulação de 26 mil passageiros por ano no Aeroporto de Guarujá.

Retrospecto

Em maio de 2020, a Prefeitura de Guarujá contratou a Infraero, uma das três maiores operadoras aeroportuária do mundo, para assumir a gestão e operação do Aeroporto de Guarujá. Empresa pública nacional há 49 anos no mercado, a companhia iniciou os trâmites para o registro do equipamento na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e o recapeamento da pista.
Em julho do mesmo ano, foram concluídas as manutenções do farol rotativo e da biruta. A concessionária também realizou o serviço de roçada na lateral da pista principal, de taxiamento e no pátio de aeronaves.

Em setembro de 2021, o primeiro lote dos contêineres que formarão o terminal modular de passageiros do aeroporto começou a chegar à Base Aérea, que fica em Vicente de Carvalho e onde será instalado o aeroporto.

De acordo com a Infraero, o terminal foi projetado para atender a demanda de operações simultâneas de até duas aeronaves modelo Caravan – média de 10 a 12 pessoas por aeronave, ou seja, 20 a 24 passageiros no total.

O terminal modular desmontável será montado próximo à atual entrada da Base Aérea, ocupando uma área total de 302,4 metros quadrados. Segundo a empresa, o projeto prevê salas de embarque e desembarque, áreas para check-in, café, sanitários, escritórios de órgãos públicos, das empresas aéreas e da Infraero, além de estacionamento com 19 vagas.

Verba

A partir de projeto da Infraero, o Fundo Nacional de Aviação Civil (FNAC) aprovou o repasse de R$ 5,2 milhões para o terminal de passageiros do aeroporto. A SAC garantiu o valor para as adequações.

O valor será destinado também para o cercamento de toda a pista, que tem 1.390 metros de extensão por 150 metros de largura, mais a área de segurança em torno dela, chegando a 1.500 metros de extensão.

Fotos: Ricardo Borges - Albatroz Brasil Drones


Assessoria de Imprensa – Infraero
imprensa@infraero.gov.br
www.facebook.com/InfraeroAeroportos
www.instagram.com/InfraeroAeroportos
www.linkedin.com/company/infraero
www.twitter.com/Infraero
(61) 3312-3924 / 9 9981-8411

FALE CONOSCO